terça-feira, 17 de junho de 2014

Rio São Francisco pede socorro. Revitalização urgente!

Por redação do blog Médio São Francisco 

O Rio São Francisco, também chamado de Opará, como era conhecido pelos indígenas antes da colonização, ou popularmente de Velho Chico, é um rio brasileiro que nasce na Serra da Canastra no estado de Minas Gerais, a aproximadamente 1200 metros de altitude, atravessa o Estado da Bahia, fazendo a divisa ao norte com Pernambuco, bem como constituindo a divisa natural dos estados de Sergipe e Alagoas. Por fim, deságua no Oceano Atlântico, drenando uma área de aproximadamente 641.000 km² e atingindo 2.830 km de extensão.

O Rio São Francisco atravessa regiões com condições naturais das mais diversas e tem cinco usinas hidroelétricas. O nosso rio da Integração Nacional, agoniza e se a tão sonhada REVITALIZAÇÃO não iniciar urgentemente, o pior poderá acontecer, o rio poderá morrer e esta morte visível do Rio São Francisco só não é observada pelos Políticos e Governos que foram criados para serem do povo e para o povo, mas protegem unicamente aos interesses empresariais e ao poder econômico. A destruição das matas ciliares, os diversos esgotos jogados no rio, a falta de amor de alguns ribeirinhos que introduzem extensas áreas de pastagens e culturas de subsistência nas margens e aplicação de agrotóxicos e a pesca e caça predatória, exterminando peixes e animais, uns por falta de conhecimento, e outros por interesse da ganancia pelo bem do capital, a exploração do carvão existentes ao longo do Cerrado desde Barreiras até Carinhanha (com notas frias de Barreiras e Vanderlei), tem sido fatores negativos que vem contribuindo com a destruição das águas do Velho Chico.

Um rio que há mais de quinhentos anos é fonte de vida e riqueza está morrendo aos poucos e os nobres políticos não movem uma palha para resolver a questão da devastação do Rio, e ao invés de executarem o projeto de revitalização, estão realizando a transposição das águas do Rio através de obras que não passam de obras eleitoreiras. Em Malhada, no sudoeste da Bahia, Carinhanha e Bom Jesus da Lapa, no oeste da Bahia, a situação é caótica, o rio nunca esteve tão seco como se encontra atualmente. O projeto de transposição foi executado em Malhada para o abastecimento de uma cidade com mais de 80 mil habitantes, a saber, Guanambi e nunca foi feito nada para manter e preservar a água do Velho Chico.

“Será que o velho Chico pode secar? Eu não pensei que fosse presenciar tamanho descaso com o nosso rio, há anos morando às margens direita (Malhada) ainda não havia visto algo parecido, nos últimos anos a situação tem se agravado bastante. O pior é não ver atitude relevante dos órgãos responsáveis – sim, sei que cada um pode fazer algo para contribuir com a recuperação – mas, nunca vi uma árvore sendo plantada além das que plantávamos no 21 de setembro no Rui Barbosa, o que eu quero enfatizar aqui é que não existe projeto sistemático de revitalização sendo realizado… Ai eu pensei: agora que vão fazer a transposição deve ser executado um grande projeto de revitalização das matas ciliares, que nada! Nenhuma árvore plantada! Apenas promessas eleitoreiras, “Ah, só vamos desviar 1% do rio” e de um em um porcento reduzido o rio segue cada vez mais lento em direção ao mar, interrompido várias vezes pelas grandes barragens ao longo do seu curso, os seus afluentes já não o encontram mais, todos interrompidos por pequenas barragens. Gostaria que não ocorresse o que aconteceu com um rio (Amu Dária) na Ásia Central, após tantos desvios ele já não chega mais ao mar, alguns anos depois o mar também não suportou e “secou” formando um grande deserto salino, já dizia Sá e Guarabira: dá no coração o medo de que o mar vire sertão”, publicou o malhadense Jonilson Carvalho em sua página do facebook.

“O Rio São Francisco “SANGRA”, assim como todo sangramento, se não cuidar, piora a saúde do” sujeito”, nesse momento, espero que os jovens, professores, assim como os pais que navegam nas redes sociais façam alguma coisa por aqui mesmo, pelo menos, quem sabe se o governo FEDERAL e os demais governos que integram este cansado e sofrido RIO possam se manifestar de alguma forma. Cada um de nós somos responsáveis pelo Rio são Francisco, assim como somos responsáveis pelos nossos filhos”, ressaltou o Vereador Fernando Azevedo de Serra do Ramalho. 

“Gente, vamos abraçar esta campanha, o rio esta morrendo, que tristeza, sem água não há sobrevivência. O rio está secando, quem não economiza e está pensando que é brincadeira e acha que festa é mais importante, olha o que esta acontecendo sem que ninguém divulgue ou faca ações sobre esta gravidade, estamos em estado de calamidade publica esta noticia nos interessa, mas ninguém divulga, porque meu Deus existe gente assim,
tem algumas pessoas que não acreditam nas escrituras sagradas, a água vai acabar”, ressaltou Márcio do Rio, morador de Serra do Ramalho.

Atenção Políticos da região! Rio São Francisco pede socorro. Está mais do que na hora de se reunirem para cobrar urgentemente a tão sonhada Revitalização do Rio São Francisco. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário